topo 1
DISPUTA

Com possibilidade de filiação de Tovar e Bruno ao PSD, Manoel Ludgério pode perder preferência na disputa pela sucessão em CG

A escolha do candidato que disputará a Prefeitura Municipal de Campina Grande em 2020, promete ser acirrada

21/05/2019 06h32
Por: Redacao
Fonte: PB AGORA
107
Foto Fonte Internet
Foto Fonte Internet

A escolha do candidato que disputará a Prefeitura Municipal de Campina Grande em 2020 encabeçando a chapa majoritária apoiada pelo prefeito Romero Rodrigues (PSD), promete ser acirrada. A corrida sucessória promete colocar aliados “em campo de batalha” antes da largada oficial pela “caça” aos votos dos mais de 450 mil eleitores da Rainha da Borborema.

O grupo de parlamentares e ex parlamentares que dá sustentação política a Romero, e que tem como “comandante” o ex senador Cássio Cunha Lima (PSDB), já tem pelo menos, sete pré-candidatos, entre vereadores, deputados, ex deputados e secretários. Pelo menos três políticos de um mesmo partido, sonham em ter o nome homologado na convenção do próximo ano, para entrar na disputa pela sucessão de Romero Rodrigues.

Entre as pré candidaturas da situação lançadas, uma parece ser irredutível. O deputado estadual Manoel Ludgério (PSD), garante que vai para a disputa, e para isso, já está pavimentando a estrada, e reunindo forças políticas para consolidar a sua candidatura, a exemplo do PR do deputado federal Wellington Roberto e do presidente municipal da legenda, Bruno Roberto.

De olho em 2020, Manoel disse que pretende realizar plenárias pelos bairros de Campina Grande para ouvir a sociedade. “Não adianta você ir para as ruas se você tem a rejeição da sociedade, então tudo isso será avaliado. Não é só ter eleitor, é estar preparado para governar uma cidade como Campina Grande”, declarou.

Só que Ludgério não está sozinho na busca pela “preferência” do prefeito Romero Rodrigues.

A possibilidade de filiação ao PSD, do deputado estadual Tovar Coreia Lima e do ex deputado e atual secretário Bruno Cunha Lima, pode “enfraquecer” a pré-candidatura de Ludgério, e aumentar as dificuldades para ele chegar ao Palácio do Bispo a partir de 1º de janeiro de 2021. Tovar, que a exemplo de Ludgério e de Bruno, já foi vereador em Campina Grande, garante que também é pré-candidato a prefeito da cidade em 2020, e busca arregimentar forças para também consolidar a sua pré-candidatura.

Em recente entrevista, ele revelou que a decisão de ser candidato a Prefeito de Campina Grande nas eleições do ano que vem já está tomada, e garantiu que está credenciado para encarar a disputa. Segundo o deputado, esta certeza não tem, hoje, qualquer relação com o cenário político que possa ser formado.

Tovar afirmou que o momento é propício para que ele seja o candidato do grupo, pois tem sentido esta possibilidade nas conversas com seus apoiadores políticos, considerando a contribuição que já deu à cidade, através dos mandatos eletivos que desempenhou até hoje. “Eu acho absolutamente natural estarmos nesta discussão, incluídos nesse rol de nomes que podem disputar o ano que vem”, afirmou

Sem mandato, mais com o DNA “Cunha Lima” no sangue, o ex deputado e atual Chefe de Gabinete da PMCG, Bruno Cunha Lima, também “cobiça” a a cadeira principal e chave do Palácio do Bispo, e sonha em ocupar o gabinete hoje sob a responsabilidade de Romero Rodrigues.

“Em relação em disputar a Prefeitura de Campina Grande ano que vem, sim é natural até pelo resultado da eleição passada onde fui o mais votado em Campina. Sobretudo pela forma como faço política sem ter nenhum tipo de troca pelo voto. Isso é extremamente importante é conectado ao que as pessoas querem” afirmou em recente entrevista.

A conjuntura política ainda está em formação, e até o dia das convenções em 2020, novos fatos podem acontecer, e definir o rumo do grupo que pretende se manter no comando político e administrativo da maior cidade do interior paraibano, e uma das mais importantes do Estado.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários